jpg010Finalidades
1.
Estudar o Evangelho de Jesus, à luz do Espiritismo, o qual nos possibilita entendê-lo em “espírito e verdade”, facilitando, assim, pautar nossas vidas segundo a vontade de Deus.

2. Criar em todos os lares, o hábito salutar de reuniões evangélicas, para que os mesmos despertem e acentuem o sentimento de fraternidade, que deve existir em cada criatura.

3. Pelo momento de paz e compreensão que o Evangelho no Lar oferece, une mais as pessoas e proporciona-lhes uma vivência mais tranqüila.

4. Tornar o Evangelho melhor compreendido e exemplificado.

5. Proteger os lares de influências espirituais negativas, higienizando-o pelos nossos pensamentos e sentimentos elevados, possibilitando assim, a ajuda dos Mensageiros do Bem.

6. Facilitar no lar e fora dele, o amparo necessário para enfrentar as dificuldades materiais e espirituais, mantendo os princípios da oração e vigilância dos pensamentos e sentimentos.

7. Elevar o padrão vibratório dos componentes do lar, a fim de que ajudem, com mais eficiência o Plano Espiritual na obtenção de um mundo melhor.

Roteiro
1. Escolher um dia e uma hora da semana em que seja possível a presença de todos os elementos da família, ou a maior parte deles. Observar rigorosamente esse dia e essa hora da reunião, para facilitar a assistência espiritual.

2. Depois de providenciar uma jarra ou copos com água para fluidificar, e tendo o local preparado (silêncio ou música suave), iniciamos, na hora marcada, com uma prece simples e espontânea dirigida à Deus, em que, mais que as palavras, tenham valor os sentimentos, não devendo, portanto, ser decorada.

3. Fazer a leitura do Evangelho, ou outro livro de mensagens, em sequência ou ao acaso.

4. Fazer comentários breves sobre o trecho lido, buscando a essência dos ensinamentos de Jesus, para aplicação na vida diária, evitando comentários de desdouro às religiões ou pessoas e, também, não manter conversação menos edificante.

5. A reunião pode ser dirigida por qualquer pessoa da casa, de preferência pela que tiver mais conhecimentos doutrinários, a qual caberá incentivar a participação de todos e tornar as lições fáceis de serem compreendidas.

6. Em seguida, convida-se os participantes a fazerem um recolhimento interior (silêncio interior, afastando as preocupações , e fechando os olhos, bem relaxados).

7. Iniciamos a subida vibratória, ligando-nos, mentalmente com:
a) mentor individual ( anjo da guarda/ guia espiritual/. Agradeça-lhe, com muito amor, a proteção que ele lhe oferece em todos os momentos de sua vida.
b) as fraternidades do espaço, que trabalham pelo Bem, e em especial com as responsáveis pela higienização espiritual dos ambientes, e lhe pedimos trazer muita luz ao nosso lar, para afastarem energias negativas e dar-nos proteção.
c) Buscamos os planos suaves e harmoniosos de Maria de Nazareth, a doce mãe de Jesus, pedindo que dulcifique os nosos corações, aumentando assim, a nossa capacidade de amar e perdoar.
d) vamos ao encontro de Jesus, nosso Mestre, pedindo suas bençãos e forças para vivenciarmos seus exemplos de Amor.
e) finalmente nos ligamos a Deus, nosso Pai Criador, louvando-o através da prece “Pai Nosso”.
f) em seguida, propomo-nos à oferecer as nossas melhores vibrações de amor:
– Para o Bem Universal
– Pela paz na Terra, que é um Lar que nos abriga e pela Humanidade, como nossa grande família.
– Pelo nosso país
– Pela confraternização de todas as religiões e filosofias
– Por todos os que sofrem, encarnados ou desencarnados
– Doentes, crianças, jovens, velhos, criminosos
– Pela harmonia e concórdia em todos os lares da Terra
– Pelos nossos familiares, amigos e supostos inimigos
– Pelas pessoas que gostaríamos de auxiliar (cujos nomes/endereço podemos colocar sobre a mesa)
– Por nós mesmos, agradecendo pelo que temos e somos, e rogando forças para que nos esforcemos em melhorar intimamente.
– Pedimos a proteção semanal para nosso Lar, mentalizando Jesus, entrando pela nossa porta principal, iluminando e protegendo nossa casa, nossos familiares e a nós mesmos. Entrege seus problemas a Jesus. Jesus nunca deixa de nos ouvir.Só que nem sempre pedimos o que seja o melhor para nós no momento, mas Jesus, em sua Sabedoria Infinita, nos dará o que mais nos convier.
– Com muita fé pedimos à Jesus que abençoe a água que temos sobre a mesa (se for garrafa/jarra deixe sem tampa), descendo sobre ela fluídos retificadores e salutares, que nos fortificarão fisicamente e espiritualmente.
– Finalizando, mentalize uma cúpula protetora ao redor da casa, na tonalidade rosa claro. Fazer uma prece espontânea de agradecimento por tudo e encerra-se a reunião.

Observações importantes
As preces e leitura do texto devem ser feitas em voz alta!. Sua voz, lendo textos elevados e proferindo preces com amor, afastará de você as energias negativas e, ao mesmo tempo, esclarecerá espíritos menos evoluídos. Você estará colaborando para que eles se afastem já bem melhores.

O culto do evangelho não é trabalho mediúnico. Assistência espiritual e trabalho mediúnico devem somente ser realizados em Sociedade Espírita idônea.

A duração não deve ultrapassar 30 minutos.

Não suspender a prática do Evangelho em virtude de visitas, passeios adiáveis, ou acontecimentos fúteis.

As crianças poderão participar a menos que não tenham, ainda, idade ou amadurecimento suficiente para acompanhar a reunião sem fadiga ou inquietação. Elas podem colaborar ativamente segundo a sua capacidade, quer nas preces, comentários ou leituras.

Os lares cristãos são refúgios sagrados para os membros da comunidade e o Evangelho no Lar é um recurso de extraordinária importância, de que se utiliza o Plano Espiritual para sustentar o trabalho de evangelização da humanidade e proteção da família.

Por sua grande importância, esse trabalho é especialmente visado pelos espíritos inferiores, que procuram interferir pra impedir sua expansão, sendo necessário perseverança e fé para sua continuidade e preservação.

Fonte: www.espirito.org.br